meu novo senchá (Tanaka)

14/12/2010

A consequência da yoga matinal + chuvarada foi um banho bem quentinho e uma xícara de chá papeando com uma grande amiga no telefone (a amiga em questão é a fotógrafa Daniela Picoral, que, além de também adorar chás, faz as mais lindas fotos de casamento que eu tenho visto junto com o Gui Maranhão, seu marido e outro fotógrafo sensível –  uma amostra do trabalho deles está no blog da Dani, o “diga sim“). O pretexto do ventinho e a vontade de aquecer o coração foram duas excelentes desculpas para eu finalmente abrir o novo pacote de senchá comprado nas últimas andanças pela Liberdade…

Outros itens que guiaram a minha escolha além da linda embalagem: a quantidade de chá que vinha no pacote (45g, ou seja, menos de 30 xícaras), o fato de eu nunca ter tomado este senchá (a marca é Tanaka, importada pela Marukai, que é um excelente supermercado localizado na Galvão Bueno, e ele é classificado como “senchá karigane”, pois vem misturado com caules de gyokuro, mas isso eu só fui descobrir depois) e também seu preço: R$ 5,10 (afinal, trata-se de um subproduto, mas geralmente extraído de folhas de alta qualidade).

Abrir o pacotinho foi uma surpresa: um misto de susto (até descobrir que se tratava de uma qualidade de chá que mistura galho e folhas, achei o aspecto levemente grosseiro) e encantamento (afinal, quando joguei um pouco no pires para melhor observar, a manhã chuvosa iluminou o gosto que estaria por vir).

 

E o papo no telefone continuava com barulho de chuva, descobertas e cheiros…

Juro que fiquei com vontade de mastigar os galhos feito saladinha. Estou falando sério e, quando fizer isso, prometo relatar a experiência. Não fui muito fundo no modo de preparo pois, além de estar falando no telefone (você pode pensar “que espécie de cerimônia do chá é essa?”, e eu respondo “chá na varanda com papo pelo telefone e trilha sonora de chuva tem toda a graça do mundo também”), eu estava muito concentrada no aspecto visual tanto da embalagem quanto das folhas. Ou seja, a descoberta teve um aspecto freestyle que eu acho bem coerente.

Apesar de parecer um tanto quanto distraída nessa primeira degustação, não pude obviamente deixar de prestar atenção em seu sabor: o que eu realmente espero de um chá verde, com bastante tanino (polifenois que não possuem gosto ou aroma, mas são responsáveis por aquela pegada que sentimos na língua quando bebemos vinhos e chá verde) resultando em um rico umami (um dos cinco gostos básicos – os outros são doce, salgado, amargo e ácido – a palavra, de origem japonesa, é usada para designar algo saboroso).

E viva os 18 graus em São Paulo!

Se você quer experimentar esse subproduto de sabor muito digno, deixo as coordenadas da lojinha que ele foi encontrada: a Mercearia Oriental (rua dos Estudantes, 38). Embora ela seja meio desajeitada, eu adoro sua autenticidade – desde os penteados das balconistas e trilha sonora  peculiar (enka ou músicas infantis, depende do dia) até o cheiro da cozinha da casa da tia Ruth (igualmente bagunçada e cheia de detalhes e descobertas). O clima old school e as verduras frescas na porta faz dela um dos meus lugares favoritos para comprar comida no bairro.

Anúncios

3 Respostas to “meu novo senchá (Tanaka)”

  1. Caio Says:

    Também descobri esse senchá recentemente na Marukai. Achei delicioso, e vai muito bem acompanhado de biscoitinhos integrais com frutas vermelhas.

    Parabéns pelo blog, já tá nos meus favoritos!

  2. KIKKS Says:

    Legal, Caio! Esqueci de dizer que a importadora deste chá é a Marukai (e imaginei que lá devia ter para vender também). Vou experimentar sua dica!

  3. Isaac Kojima Says:

    Uma pequena correção. É umami, e não unami.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: