Há um mês, desde que tive que passar uma temporada fora de casa, passei a carregar uma caixinha com chás e a famosa peneira japonesa na bolsa para não ficar na mão.

Como passo muito tempo em casa (trabalho no esquema home office), gosto muito de visitar meus amigos e achei que seria digno ter um kitzinho para preparar chá na casa de outras pessoas. O que é muito útil, pois eu sempre ganho algum chá de presente, que entra para o kit (nenhum saquinho merece ficar jogado amassado dentro da bolsa).

Decidi batizar o kit-cerimônia-delivery de Kikks’ Delivery Service, em homenagem a uma animação linda do Studio Ghibli: Kiki’s Delivery Service. Eu sou apaixonada pelas heroínas independentes de Miyazaki: Kiki é uma bruxa que sai de casa aos 13 anos e seu ritual de passagem para a vida independente consiste em partir para uma cidade desconhecida onde ela vai morar e exercer os seus poderes mágicos. Ela descobre seu dom: usar a vassoura voadora para fazer entregas pela cidade.

Façam seus pedidos…

Anúncios

Mais uma da série resquícios do fim de semana…

Revi o filme Taste of Tea, do diretor Katsuhito Ishii, uma grande descoberta que fiz nas férias de 2005 (dica do Puri). O filme conta a história de uma família que vive na prefeitura de Tochigi, no Japão: um filho adolescente que está descobrindo o amor, os conflitos de uma mãe que tenta conciliar a vida doméstica e profissional (ela é desenhista de animes) e uma garotinha que tenta se livrar de uma imagem gigante de si mesma que a observa em diversas situações.

É impressionante a atuação da pequena Maya Banno, que interpreta a garota Sachiko, apesar de suas poucas falas (ou nenhuma, se não me engano). O bom humor e o fantástico permeiam todo o filme (outro personagem que adoro é o hilário – e sensível –  avô), assim como a presença do chá, que aparece em muitas cenas em que pessoas se reúnem, como uma pontuação por vezes silenciosa.

Infelizmente, o filme não foi lançado no Brasil, mas há uma versão (com legendas em inglês) no youtube.

Depois de me deliciar com imagens e devaneios, terminei o filme com uma pergunta que não quer calar: que tipo de chá eles tomam???